CAROS COLEGAS do IPT

DESAFIO PARA  VIRADA  DE ANO 2020 – 2021

Esperamos que tod@s tenham tido um pouco de “feliz Natal” na reclusão domiciliar e no relativo distanciamento dos familiares. 

A Estrela de Belém brilhou, mas os Magos não puderam vir fazer visita…  

A Estrela continua visível no Oeste, mas Júpiter e Saturno já estão se afastando mutuamente.

Com a chegada de um novo ano precisamos relembrar @s colegas da nossa tradicional responsabilidade como Associação de Ex-alunos do IPT:

– Deveríamos contribuir com a anuidade, que tradicionalmente é 10% do Salário Mínimo. Esta contribuição não é obrigatória. É voluntária.

Muitas vezes acontece no Dia do Ex-aluno.

Como não tivemos o Dia em 2020 e não teremos em 2021, desejamos estimular @s colegas a fazerem a contribuição por estes dias.

Imaginamos que as despesas com Natal e Ano Novo atualmente sejam menores devido à reclusão.

Talvez tenham sobrado alguns troquinhos para esta finalidade.

No momento, estes recursos farão parte do Fundo Provisório de Manutenção (serviços de comunicação e eventual auxílio a estudantes de teologia).   

Agradecemos a tod@s.

Encaminhar o valor à conta:  

Banco do Brasil –  Agência  0185-6   CC 69163-1

Atenção! Sempre que fizer depósito, informe o tesoureiro Ivo Reinhardt – 51.98151.6373  e  ivorhein@gmail.com  

Abraços,  Carlos F R Dreher, Presidente da AEAIPT

Reflexão

Caros amigos

Há um ano confraternizamos com amigos e parentes, desejando tudo de bom para o ano novo que se aproximava.

É sempre assim, o encerramento de um ciclo, à espera do próximo, a esperança de novos tempos, a alegria das festas, a vinda de filhos e netos para o Natal e as férias tão esperadas.

Estamos acostumados a festejar por antecipação, veja só.

Gastamos muito dinheiro com fogos de artifício e foguetes, festejando o ano que não chegou ainda, ou recém foi empossado.

E, desta vez, estamos vendo que tudo aquilo não resolve nada. A nossa vida é menos que um grão no Universo, pois uma coisinha de nada, nem se enxerga a olho nu, derrubou todos nossos desejos e aspirações para 2020.

E não foi um pouquinho, foi para o ano todo.

O que nos leva, mais uma vez, a questionar a nossa vida: será que viemos para este mundo a passeio, ou para receber lições, muitas vezes extremamente amargas?

Que é o nosso caso atual.

Então, para que serve uma pandemia destas?

Talvez apenas para que a gente pare e reduza a velocidade e não deixe para amanhã, para visitar nossos pais, beijar a companheira, visitar um lugar especialmente importante, ligar para um amigo distante, cumprimentar um estranho na rua, desfazer um mal-entendido, perdoar, tentar ser perdoado… e por aí vai. A lista é grande, não é mesmo?

Em suma, se importar com os outros e, principalmente, consigo mesmo, pois é aí que começa tudo.

Chegamos no fim de 2020. Um ano duro, mas para refletirmos e agradecer.

Sim, ainda assim temos muito a agradecer.

Pense nisto.

Um feliz final de ano!

Gilberto Winter

Mariane Mello

Faleceu a sra. Mariane Mello, professora do IPT 1968-69. Foi esposa do Prof. Alcino Ferreira de Mello, professor do Colégio Sinodal  e também do IPT em 1964, 1968 e 69. O casal produziu durante anos o programa Clássicos em FM na Rádio União FM  Novo Hamburgo. Mariane nasceu a 30 de junho de 1935, filha de Armindo Kiefer e Erica Erna Kiefer. Faleceu  no Lar Moriá – Casa Matriz de Diaconisas no dia 01.08.2020. O esposo  Alcino Ferreira de Mello continua hospedado no Lar Moriá.